Tokyo Xanadu eX+ Image
Metascore
75

Generally favorable reviews - based on 16 Critics What's this?

User Score
7.4

Mixed or average reviews- based on 35 Ratings

Your Score
0 out of 10
Rate this:
  • 10
  • 9
  • 8
  • 7
  • 6
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 1
  • 0
  • 0
  • Summary: Tokyo Xanadu eX+ a massive action RPG. When high school student Kou Tokisaka encounters the nightmare realm known as the Eclipse, his world is forever changed.
Buy On
Score distribution:
  1. Positive: 10 out of 16
  2. Negative: 0 out of 16
  1. Dec 22, 2017
    90
    Tokyo Xanadu eX+ is the definitive version of one of my favourite games of the year and a fantastic overall package for JRPG fans.
  2. Dec 18, 2017
    88
    Whether you played the original Vita game or not, Tokyo Xanadu eX+ is such a phenomenal action RPG dungeon crawler that every fan of the genre needs to check out with its satisfying fast-paced team-based combat, great soundtrack, and charming world.
  3. Feb 6, 2018
    80
    For those planning to pick up one of the versions of Tokyo Xanadu, eX+ would be the recommended one for the extra event scenes and character interactions that come with it. Its improvements — including an assortment of minor quality of life upgrades — mean that it is the better release, but those who prefer to play on handheld shouldn't feel at all shortchanged by the original; the extras are more a bonus than anything and players are getting a substantial and greatly absorbing experience either way. Nihon Falcom's charm permeates throughout and its incredibly easy to get attached to Morimiya City and its residents.
  4. May 24, 2018
    75
    If an editor had taken a serious red pen and streamlined the narrative, Tokyo Xanadu EX+ would be fantastic. As it is, this is a game with stellar JRPG action and a story that will try the patience of all but the most dedicated players.
  5. 70
    Tokyo Xanadu is good. It’s a lot of fun and Nihon Falcom has a real touch with combat systems that its developers deserve real respect for. The biggest challenge I found with the game was finding the motivation to actually finish it; it might not get anything wrong, but it’s such a lengthy quest that it really needed a greater thematic depth to maintain my interest, and unfortunately it wasn’t quite able to replicate Nihon Falcom’s own, brilliant, Trails of Cold Steel in offering that.
  6. Jan 17, 2018
    60
    In the full spectrum of things, Tokyo Xanadu eX+ is a title that offers just enough to be considered entertaining, but not so much that it tries to excel in its genre.
  7. Mar 12, 2018
    55
    Those who couldn't get enough of Tokyo Xanadu's combat will no doubt be pleased with the extra content here, especially a robust post-game that takes place during Halloween. Everyone else, however, is better off passing this one up. eX+'s additions are so flimsy and superfluous as to actively detract from the original game, dragging out an already thin premise to another 25 hours.

See all 16 Critic Reviews

Score distribution:
  1. Positive: 3 out of 5
  2. Negative: 0 out of 5
  1. Mar 28, 2018
    10
    Decidí escribir esto en español ya que en ingles se me complica un poco. Falcom siempre hace muy buenos JRPG con excelentes tramas (siempreDecidí escribir esto en español ya que en ingles se me complica un poco. Falcom siempre hace muy buenos JRPG con excelentes tramas (siempre conservando la estética anime claramente) y Tokyo Xanadu no se queda afuera, sistema de batalla muy similar a Ys Series muy fluido a diferencia de otros JRPG que son mas duros( god eater series). Y con variedad de cosas para hacer Y MUCHA personanilizacion de personajes. Bien merecida la calificacion. Expand
  2. Mar 28, 2018
    8
    okyo Xanadu EX+ é mais um título que chega ao Playstation 4 como uma espécie de port melhorado do PS Vita. A versão normal do jogo no portátilokyo Xanadu EX+ é mais um título que chega ao Playstation 4 como uma espécie de port melhorado do PS Vita. A versão normal do jogo no portátil chegou ano passado exatamente em junho, enquanto esta versão que agora roda em 60 quadros por segundo, aterrissou no PS4 em dezembro e traz consigo melhorias, além de somente ter um bom desempenho em FPS.

    Xanadu é uma franquia conhecida para quem segue como fã a desenvolvedora Nihon Falcom, empresa exímia quando o assunto é J-RPG. Quem já está acostumado com seus títulos, sabe muito bem que raramente há diálogos ou uma narrativa que prenda o jogador. No caso de Xanadu EX+ temos um começo de história conturbada na qual somos apresentados ao personagem Kou Tokisaka saindo de seu trabalho totalmente cansado e vendo a colegial Hiragi passando bem à sua frente. Nesse momento, há uma dupla espreitando a garota e acabam encurralando-a num beco. Ao perceber a possível intenção dos garotos, Kou segue os três e nota que algo está errado. Uma anomalia acontece e um portal aparece repentinamente na frente deles. Este portal os leva para um universo estranho e sombrio chamado Eclipse. Lá, há inúmeras criaturas sombrias das quais Hiragi estaria tentando proteger os garotos que estavam tentando assediá-la. Estes meninos estão desacordados justamente por não terem a capacidade de enxergar aquele mundo tanto quanto ela. Então Hiragi percebe que Kou naquele universo consegue ver nitidamente. Depois de uma breve batalha de Hiragi vs Monstros, todos regressam ao mundo visto como ‘normal’ e, então, sem saber o que aconteceu, Kou começa a gerar diversos questionamentos. É quando a coadjuvante decide pegar seu celular e soltar um feitiço que fará com que nosso personagem volte a sua vida normal e não se recorde de absolutamente nada. Kou retorna à sua vida de estudante e trabalhador, mas, após algumas horas, tudo volta a acontecer e então retornamos ao mundo onde Higari está e mais uma vez eles se encontram. O Eclipse acaba juntando dois personagens muito carismáticos em uma batalha funesta para descobrir a razão pela qual essa anomalia fica a todo momento acontecendo.

    O jogo dividido em capítulos, também permitirá que entre um e outro possamos realizar missões secundárias, melhorar nossos atributos sem estarmos no campo de batalha, tudo muito parecido com o sistema que há no jogo da Sega, o famoso Yakuza, em especial quando se trata de minijogos. É tudo muito similar, pois há o momento de entretenimento ao caminhar pela cidade, mas também o de perigo, quando encontramos algo em nosso caminho. Em boa parte dele serão as anomalias chamadas Eclipse como já mencionamos acima. Temos aproximadamente 50 horas de game num geral se o jogador tiver interesse em realizar praticamente tudo que o título dispõe, desde quests (sejam elas principais ou secundárias) até mesmo caminhar por aí conversando com todo tipo de gente nos mapas. Tokyo Xanadu eX+ é sem sombra de dúvidas uma versão melhorada da anterior e com diversos conteúdos novos. Isso inclui também uma certa melhoria no modo de relacionamento. Podemos nos relacionar com um determinado personagem no jogo, criar laços e depois descobrir que há um amigo em comum zanzando por outra parte do mapa. Não necessariamente o mapa em que se inicia o relacionamento, mas poderá, por exemplo, estar no colégio durante a aula e descobrir que a professora tem um grande amigo dono de um comércio próximo dali. Esse relacionamento é interessante e cria uma humanização dos personagens que facilmente demonstram ter poucas expressões corporais quando estão papeando. Assim, você controla o protagonista Kou e pode experimentar tanto partes de aventura em Morimiya City como dentro dos calabouços chamados de Spirit World.

    Apesar de prometer melhorias visuais, o game apenas deu um retoque na maquiagem quando o assunto é gráfico. Visualmente, o título é datado, lembrando jogos do início da era PS3. Se forçar mais um bocado, teremos a sensação de que o Dreamcast já teve RPGs parecidos. Certo de que não é somente isso que influenciará se um jogo é bom ou não, no entanto, há coisas que realmente conseguem denegrir a imagem. Enquanto estávamos no início de gameplay, conforme podem ver no vídeo mais acima, chegamos na escola de Kou e fomos apresentados aos seus amigos. Até aí, tudo bem, entretanto, em um determinado momento, apareceu uma cerejeira ao lado dos colegiais e que suas folhas mais pareciam de papel que não havia sequer algo que as fizessem se mexer. Olha, para se ter uma noção, é algo que, sinceramente, Shenmue 2 já teve um melhor esmero visual do que em Tokyo Xanadu EX+
    Expand
  3. Apr 7, 2018
    8
    While it sometimes feels like a rip-off of the Persona series, it still is a great game.
    Characters are likeable and the story is not bad. In
    While it sometimes feels like a rip-off of the Persona series, it still is a great game.
    Characters are likeable and the story is not bad. In my opinion the strong point it the battle system witch is really fun and i hope to see a polished Sequel someday.
    Expand
  4. Dec 12, 2017
    7
    Tokyo Xanadu feels like a mixture of the Trails series mixed with Ys battle system. You can spend time with friends to raise your relationshipTokyo Xanadu feels like a mixture of the Trails series mixed with Ys battle system. You can spend time with friends to raise your relationship with them, read books and answer questions for wisdom, complete difficult dungeons with high grades to raise bravery, and complete side quests to raise kindness. These kind of reminded me of Persona's gameplay a little and I really enjoyed it.

    The only down sides are only one character can fight at a time so you have to constantly switch characters during battle to hit enemy weaknesses or use different attack types and they all share the same energy bar as well as control the same way. It feels like the game only needed one character but uses multiple characters instead. That isn't bad though it just felt unnecessary. I think the weapon type should also matter instead of just their element. The eclipse has different styles but they always stay the same so grinding means going through repetitive hallways and monsters that you have played before.
    Expand
  5. Dec 27, 2017
    7
    medicore story, characters, music and game play.

    structure is similar to trail series. combat is similar to Ys series. Ok to play but
    medicore story, characters, music and game play.

    structure is similar to trail series. combat is similar to Ys series.

    Ok to play but you will find nothing particularly good.
    Expand